“ (...) a associação sindical constituída pelos trabalhadores nele filiados, que exercem a sua actividade profissional exclusivamente correlacionada com o sector da aviação civil,
aeródromos, aeroportos e navegação aérea”. “ (...) exerce a sua actividade em todo o território nacional”.
dos Estatutos do SITAVA

SITAVA

Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos

 

1 2 345678

image

image

image

image

image

image

image

image

<< >> Play > Stop

Não ao Retrocesso Social

Boletim Igualdade

Indústria em Portugal

SPdH - ¿Por qué no te callas?

São recorrentes as atitudes abusivas e absurdas deste personagem, mais parecendo sair o mesmo de um filme de terror de 3a categoria. O inefável “chefão” da operação da TAP no HUB de Lisboa, não obstante gostar de vestir de “Rodolfo” no Natal, veste a pele de lobo no resto do ano, tendo como práticas habituais as ameaças e assédio ao pessoal da SPdH/Groundforce e os saneamentos a quem na TAP sabe (e muito) da operação, para além de instigar os trabalhadores da TAP a maltratarem os trabalhadores da SPdH/Groundforce.

Há muito que a personagem promove o estilo truculento entre passageiros e trabalhadores, sejam estes do serviço ao cliente da TAP ou do handling da SPdH/Groundforce. Muitos de nós já tivemos a oportunidade de ver a forma desbragada como ele dirige as operações, não se coibindo de o fazer inclusivamente diante dos passageiros ao arrepio das mais elementares regras do bom serviço ao cliente.

Ler mais…

 
TAP - Quando Não se Luta Perde-se Sempre

O SITAVA foi notificado, na passada sexta-feira, do acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, cujo conteúdo representa uma importante vitória dos trabalhadores da TAP e, particularmente, dos associados do SITAVA que nunca desistiram de lutar por este objetivo.

Estamos a dar a notícia em primeira mão de que a TAP foi obrigada pelo Tribunal da Relação de Lisboa, a devolver aos trabalhadores os dias de descanso e ou o respetivo pagamento, conquistados ao abrigo da Cláusula 41a do Acordo de Empresa (descansos das 30 horas).

Ler mais…

 
Perante as chantagens e ameaças da Vinci/Portway só pode haver uma resposta: Lutar!

Considerando a postura de “terrorismo social” adoptado pela Vinci/Portway desde há alguns meses a esta parte, pressionando, ameaçando e abusando dos trabalhadores, particularmente os associados do SITAVA e os não sindicalizados, concretizado através da alteração de horários, retirada de dias de descanso e de remuneração variável, etc, etc... e não obstante todas as iniciativas legais a desenvolver, consideramos ser da maior importância dar condições imediatas aos trabalhadores para resistirem e lutarem pelos seus direitos.

Assim sendo, o SITAVA apresentou hoje um pré-aviso de greve para todo o território nacional, em vigor a partir do dia 16 de Fevereiro de 2017 e até ao dia 30 de Junho de 2017, nos seguintes termos:

Ler mais…

 
2017 - Ano Decisivo para os Trabalhadores da SPdH/Groundforce

2017 será seguramente um ano decisivo para os trabalhadores da SPdH/Groundforce. Um ano que em que terão que ser efectivadas algumas situações determinantes para o nosso futuro, designadamente, a renovação do contrato com a TAP, assim como a atribuição das licenças. Nesse sentido, recordamos que os acordos de Junho e Dezembro que o SITAVA fez com o Governo precisam de ser concretizados rapidamente.

Ler mais…

 
APA - Negociação AES/SITAVA

A Greve dos APA’s para os dias 27, 28 e 29 de Dezembro foi cancelada com o compromisso conjunto do Governo, a AES e o SITAVA, de reunirem na primeira semana de Janeiro. O Governo, através do Ministério do Trabalho e do Planeamento e Infraestruturas (transportes), seria mediador da negociação entre a AES e o SITAVA.

Chegou o momento de dar a conhecer aos trabalhadores o ponto da situação:

O SITAVA propôs um protocolo negocial e em conjunto foi acordada a realização de reuniões todas as segundas feiras, tendo estas primeiras servido para situar os restantes intervenientes do ponto de situação das negociações. O SITAVA está convicto que o governo e a DGERT perceberam quem está interessado em resolver os problemas dos APA’s, por forma a retirá-los da precariedade, dos baixos salários, e valorizar a sua especificidade, garantindo condições dignas de trabalho, embora pareça que só o SITAVA pretenda tal mudança.

Ler mais…

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Página 1 de 58

Instante Sindical

Novos Seguros

Segurança e Saúde no Trabalho

Sítio dos Direitos

Guia de Direitos