“ (...) a associação sindical constituída pelos trabalhadores nele filiados, que exercem a sua actividade profissional exclusivamente correlacionada com o sector da aviação civil,
aeródromos, aeroportos e navegação aérea”. “ (...) exerce a sua actividade em todo o território nacional”.
dos Estatutos do SITAVA

SITAVA

Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos

 

1 2 345678

image

image

image

image

image

image

image

image

<< >> Play > Stop

Não ao Retrocesso Social

Petição

Indústria em Portugal

Chantagem aos trabalhadores Portway

Ficou para nós bastante claro, após a 2a reunião no âmbito da intenção de despedimento colectivo, que o que a Vinci pretende é chantagear os trabalhadores da Portway para poder competir com a Ryanair/Groundlink pelo estatuto de quem oferece piores condições aos trabalhadores do handling.

O que querem é que sejam os sindicatos a “darem-se à morte” e patrocinem uma operação de redução de salários e direitos dos trabalhadores, “FLEXIBILIZANDO” o seu trabalho e as suas vidas.

Fica assim provado que afinal a interrupção da negociação colectiva do AE da Portway foi propositada, com o objectivo de “CHANTAGEAR” os sindicatos, através desta intenção de despedimento colectivo, para que estes ofereçam: os horários repartidos (fraccionados); a adaptabilidade; os bancos de horas; etc., tudo “malfeitorias” já propostas por quem não valoriza o trabalho e se preocupa com o “engordar” dos muitos milhões de lucros obtidos anualmente.

Ler mais...

 
Reunião da Comissão Representativa de Trabalhadores (designada CRT “C”) com a Portway

Reunimos no passado dia 18 de Maio de 2016, no âmbito da intenção de despedimento colectivo, com a supervisão da DGERT.

É importante referir que após um conjunto de perguntas feitas no sentido de perceber o fundamento evocado pela empresa para a intenção de despedimento coletivo, a Empresa deu meias respostas e não respondeu a tudo.

Acresce a isto, que foi a própria Empresa que colocou o ónus nas comissões no sentido de serem estas a apresentarem propostas concretas, nomeadamente ao nível dos horários e tempos de trabalho.

Ler mais...

 
Handling - O Governo tem que agir! Agora!

As razões da nossa luta são mais que justas e por isso temos a obrigação de a elevar e exigir acção aos decisores políticos. Nesse sentido, reiterámos ao Governo, nas reuniões de ontem, as seguintes exigências:

— Que intervenha no sentido de terminar imediatamente a operação ilegal e fraudulenta da Ryanair com a Groundlink (que está na origem da intenção de despedimento colectivo de 256 trabalhadores da Portway).

— Que exija à ANA/VINCI outra postura (este é já o 3o processo de despedimento colectivo em pouco mais de 1 ano) ou então que lhe retire a concessão.

— Que cumpra a Recomendação da Assembleia da República aprovada a 31 de Março e anule o Despacho 14886-A (3o operador, entre outras medidas)

Nas reuniões de ontem, o único compromisso assumido pelos representantes do Governo foi ... analisar! Não chega!

Ler mais…

 
Grande Marcha do Handling — 19 de Maio — Lisboa

Portway/Vinci – SPdH/Groundforce
PROGRAMA
GREVE 05:00/17:00

 

  • Início da Greve – 05:00
  • Concentração nas Chegadas do Terminal 1 - 10:00
  • Partida em Autocarro para o Ministério do Planeamento – 10:30
  • Protesto junto ao Ministério do Planeamento – 11:00
  • Marcha até ao Ministério do Trabalho – 11:30
  • Protesto junto ao Ministério do Trabalho – 12:00
  • Piquenique em frente ao Ministério – 13:00
  • Regresso ao Ministério do Planeamento - 14:00
  • Inicio da Vigília junto ao Ministério do Planeamento  – 14:30
  • Regresso em Autocarro ao Aeroporto – 16:00
  • Final da Greve – 17:00

 

 
Caravana automóvel — 19 de Maio — Faro

GREVE - 17:00/24:00

 

  • Início da Greve - 17:00
  • Concentração no Largo de São Francisco - 17:45
  • Início da Caravana Automóvel - 18:00
  • Final da Greve - 24:00

 

Os trabalhadores da Portway/Vinci da escala de Faro, reunidos em plenário no passado dia 05 de Maio, após análise e discussão sobre o processo em curso de intenção de despedimento colectivo que recai sobre 256 trabalhadores da empresa (54 em Faro), votaram por unanimidade:

 

  • Manter a greve em vigor ao trabalho extraordinário;
  • Iniciar uma greve no dia 27 de Maio e até 25 de Junho, entre as 03:30 e as 15:30;
  • Realizar uma Caravana Automóvel em Faro no próximo dia 19 de Maio às 18:00, com greve entre 17:00 e as 24:00.

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Página 1 de 45

Boletim Igualdade

Novos Seguros

Segurança e Saúde no Trabalho

Sítio dos Direitos

Guia de Direitos